Obstétrico e Morfológico do Primeiro Trimestre

A ultrassonografia de 1o. trimestre é fundamental para as gestantes, pois auxilia o médico no acompanhamento da saúde do feto.

Antes do embrião tornar-se visivel, é possivel ver a vesicula vitelínica, que nutre o embrião nas fases iniciais de seu desenvolvimento.

Na 5ª e 6º semana de gestação é possível obter um diagnóstico mais preciso, não apenas reconhecer o saco gestacional dentro da cavidade do útero, mas também identificar gestações que se implantam em locais inadequados, como as trompas e/ou ovários e, gestações gemelares.

Entre a  6ª a 7ª semana, embrião passa a ser identificado próximo a vesícula vitelínica, assim já é possível ver seus batimentos cardíacos. Neste período, o feto mede aproximadamente 2 a 3mm, crescendo 1mm por dia.

Contudo, em algumas gestações de gêmeos idênticos, podem ser identificados dois embriões dentro do mesmo saco gestacional.

A partir da 8ª semana é possível notar no exame de ultrassom a cabeça do bebê do restante do embrião, bem como os movimentos do corpo. Neste momento, os braços e pernas ainda não são identificados com nitidez.